Corvette Brasil

Maior conteudo sobre Chevrolet Corvette na língua Portuguesa.

sábado, 1 de janeiro de 2011

Segredos do ZF ML9 do C4



Respondendo o e-mail do leitor Emerson Trindade:

Gente gostaria de saber o funcionamento do cambio do C4, no que diz a economia de combustivel, abraços Emerson!


Caro Emerson,

Obrigado pelo e-mail e curiosodade. Vamos lá:



A segunda jóia mais importante no ZR-1, além do motor LT-5 da Lotus era o novo câmbio ZF de seis marchas para 1989. O câmbio era conhecido por ML9 (código interno Chevrolet) e foi desenvolvido por duas empresas a CPC atrvés da equipe da transmissão manual e a famosa empresa Alemã de câmbios, ZF. Além disso a ZF fabricava o ML9 exclusivamente para o Corvette. Na ZF o câmbio recebia a denominação ZF S6-40, trata-se de um belo câmbio cujas partes todas ficavam internas a pequena e elegante caixa, não havia nada de fora como em muitos câmbios e posso dizer à vocês que é espetacular de dirigir. A ZF é também carinhosamente apelidada de "Zed-F" e para sermos mais técnicos as relações desse câmbio são 2.68, 1.80, 1.31, 1.00. 0.75 e 0.49 sendo que a última sexta não é usada para Top Speed mas como overdrive. Top speed é atingida em quinta. Em termos de design, o câmbio é uma espécie de "mesh" rede feita de diferentes metais e fibras num material mais flexivél, todo sincronizado e com um mecanismo de troca tipo trilho muito macio. Aliás, na época o câmbio considerado mais perfeito era o do Toyota Supra até que em 1989 o Corvette veio com o ML9. A caixa do ML9 é toda em alumínio e consegue suportar um torque de 632.4 kgf/m (425 lbs/ft). Impressionante.



Sem a ajuda da ZF, o King of the Hill nunca iria passar nos padrões de consumo de combustível da CAFE (Corporate Average Fuel Economy). Dois designs da ML9 foram incorporados ao câmbio justamente com o objetivo de se enquadrar com o CAFE que é a sua pergunta. O primeiro é a sexta bem longa (dizemos aqui super-tall gear). Se colocarmos na calculadora, para você ter uma idéia, a velocidade máxima que a sexta marcha da ML9 pode alcançar é de 450 km/h (280 mph) mas para isso o motor do ZR-1 teria que ter 1.600 hp. Na realidade a velocidade máxima do ZR-1 de 1989 é de 290 km/h (180 mph) com a primeira versão do LT5 de "apenas" 385hp. A velocidade máxima é, no entanto, alcançada em quinta marcha nunca em sexta. O mesmo se aplica para o C4 LT1 de 1992.


Além da sexta marcha, o ML9 também utiliza um truque usado na Doug and Nash 4+3 dos primeiros C4, o CAGS. O câmbio é parcialmente controlado pelo computador central do carro ECM. Se o carro está em primeira marcha com as seguintes condições: temperatura do motor acima de 49C (120 F), velocidade entre 19 e 30 km/h e abertura do acelerador em até 35% então o câmbio entre am modo CAGS (Computer-aided Gear Selection) ou seja, trava as segundas e terceiras marchas fazendo com que o operador, ao tirar da primeira, entre na quarta automáticamente. O CAGS, forçando a troca de primeira para quarta, ajuda o ZR-1 a conseguir a marca de consumo necessária (e com folga) para passar o testa da CAGE e não ser penalizado com o imposto de carro gastão (gas guzzler tax). Quando o ZR-1 foi lançado os números de consumo eram de 6.4 km/l na cidade e 9.35 km/l na estrada. Impressionante para um carro que deixava todos os demais esportivos da época, exceto o Ferrari F40, comendo poeira.


Além do câmbio ML9 o carro tamem tinha um sistema de flywheel e embreagem que incorporava um sistema de amortecimento anti-vibração de dupla massa para o flywheel que reduzia tanto a vibração quando o ruído do carro. Havia também um prato de pressão tipo diafragma de 11 polegadas e um conecção do tipo pull assistida hidraulicamente que deixava o pedal da embreagem muito leve e preciso. O ZR-1 tinha também um diferencial anti-blocante dee 3.54.


O C4 LT1 de 1992 tinha todos essas tecnologias incorporadas no ZR-1 de 1989 e posso dizer para vocês que é uma delícia de guiar e por isso mantenho um na garagem. O câmbio da ZF do C4 é uma daquelas jóias da indústria automobilística que nunca teve igual. Espero que isso tenha respondido sua pergunta.

Grande abraço,

Carlos Scheidecker.


2 comentários:

Francisco J.Pellegrino disse...

Maravilhosa esta caixa...e vc como sempre dando um show de conhecimento.

Abs e feliz Ano Novo
Francisco

Lawrence Jorge R S disse...

Coloca show nisso!!!