Corvette Brasil

Maior conteudo sobre Chevrolet Corvette na língua Portuguesa.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Construindo um sonho Brasileiro com a força do LS7

Protótipo anterior com motor 6 cilindros Turbo e 500 cavalos.

Quando eu era menino, ficava super entusiasmado com o Copersucar dos irmão Fittipaldi. Inclusive sempre fui grande torcedor da equipe e ainda acho eles o máximo. Mas a tradição de construir carros de corrida é anterior aos Fittipaldi, que apesar de espetaculares não foram os únicos. Manter um blog é sempre interessante porque você acaba conhecendo cada entusiasta interessante. Em Abril tivemos um artigo sobre como os Corvette Z06 e ZR1 são construidos. Nesse artigo um dos comentários foi de um construtor de protótipos que agora esta dividindo conosco o trabalho espetacular que ele está realizando.


Entra o Paulo Cézar Machado, um sujeito espetacular e um verdadeiro entusiasta. Como dizemos aqui : he puts the money where his mouth is. Observar a obra do Paulo é algo sem comentários de forma que cada um de vocês pode conferir e entender o que estamos falando. No Brasil há várias restrições : custo Brasil, impostos altos e em cascata, falta de infra estrutura, restrições de importações etc. Mas tudo isso fica quase insignificante quando se tem paixão, vontade e talento, muito talento. E é disso que o Paulo Cézar é feito e o trabalho dele está aqui para todos nós admirarmos. Ficamos honrados pelo Paulo Cézar ter escolhido o Corvette Brasil para divulgar o seu trabalho que tem um coração de Corvette Z06.


O carro à seguir esta em fase final. Trata-se de um protótipo na tradição do Paulo César. Porém esse é equipado com motor LS7 do Corvette Z06 com seus generosos 7 litros e 505 hp nonimais de potência. Hoje se fala muito em grandes equipes e como o automobilismo romântico de verdade morreu. Não é bem assim e esse protótipo está aqui para contar outra história. Mas não pensem que isso é um projeto fundo de quintal. Longe disso. Como todo protótipo competente, esse usa tecnologia da índustria aeronáutica. O projeto do Paulo César foi feito com a ajuda de professionais como o talentoso Maurici de Paula e sua equipe da Horus peças aeronáuticas. O trabalho está aqui para ser admirado e ficamos na torcida pelo sucesso que mostra já ter nascido nesse projeto. É de Brasileiros como o Paulo César e o Maurici de Paula que o país precisa. Tecnologia e trabalho duro são as maiores riquesas para um país. A seguir as fotos e explicações do Paulo César.


Boa noite Carlos,

Eu estou trabalhando neste projeto a cerca de 6 a 7 anos.Por conta deste projeto eu construi alguns carros , ao longo deste anos para iniciamos tivemos que ir atrás de conhecimentos e aprofundar-se na contrução de carros de corrida. Isto me deixou um seguidor do americano Carroll Smith.

Neste anos tivemos muitos problemas,mas para quem constroi carros sempre os tem, por outro lado como motor é sempre uma coisa mais fácil de trabalhar, há cerca de 2 anos estou trabalhando em um motor de 6 cilindros e 24 válvulas que não pode ser chamado de V porque tem 15 graus de incrinação. É um motor usado no Golf série especial lançado pela Volksvagem série 6, do qual conseguimos tirar daí por volta de 600 cavalos de potência usando 1 quilo de pressão .Então eu penso em ter sofrido ou aprendido ou seja o que for, quando se mexe com estas coisas sempre há sofrimento e tal sofrimento ou apresendizado. Depois de 6 a 7 anos me fez construir um projeto de chassi turbular de aço molibidenio 4130 usando uma caixa de cambio Enco de 83 quilos de torque, usando rodas de 18 polegadas por 14 de largura na traseira e 13 de largura na dianteira e freios de 380 milimitros de diâmetro. Então fiquei um tempo a procura de um motor que adequase a essa máquina.


Como construtor talvez esteja me exedendo na expectativa mas eu acredito que vai ficar legal. Este motor me oportuniza a mante-lo próximo ao original com pequenas mudanças e alcançar ai uns 629 cavalos, mas sem muito esforço até porque já foram compradas as turbinas e os bicos injetores , tambem estão aqui para ser usada uma injeção modelo Motec M8 . Caso esta potência não for suficiente temos uma projeção de usar esta turbina no segundo momento para ser alcançada 1200 cavalos que isto daria neste carro aproximadamente 700 gramas por cavalos então ele deverá ter um desempenho bastante considerável.

Mas o porque foi escolhido o motor Corvette?

Primeiro por ser leve, ele pesa 10 kg a mais do que o VR6 da Wolksvagem por usar virabrequim forjado bielas de titanio e sendo originalmente já tendo uma cavalaria respeitável de 505 HP.

Eu penso que já está na hora de fazermos um carrinho Brasileiro para fazer frente a Ferrari da GT2 ou mesmo a F40 estes dois carros estão passeando sozinho, então agora eles vão enfrentar um Brasileiro com nome de Máximo equipado com motor Corvette e as coisas ficaram um pouco diferente.

Estou mandando fotos para você , qualquer dúvida pertinentes estou a inteira disposição.Espero que quem goste esteja em Londrina nas 500 milhas para a estréia , sempre teremos novidades.

Fique a vontade para fazer a publicação e quando vier ao Brasil estou a inteira disposição. Moro em Joinville- Santa Catarina qualquer coisa que precisar entre em contato.

um abraço.

Paulo Machado

Paulo,

Muito obrigado por dividir as suas conquistas conosco. Tenha certeza que irá ganhar mais fãns pelo seu trabalho espetacular. Por favor responda aos comentários a medida que os leitores forem postando no blog. Irei lhe visitar a próxima oportunidade que der para ir ao Brasil.

Grande abraço,

Carlos Scheidecker.











































7 comentários:

Lawrence Jorge R S disse...

Absolutamente incrível e empolgante!
Nem sei o q daria para trabalhar no aperfeiçoamento da aerodinâmica dessa máquina incrível!
Também espero que tenha uma linda pintura! E muitos patrocinadores!
Tenho algumas pequenas preocupações que vou enviar para o Carlos via e-mail, se vc achar interessante repasse para o construtor!
Parabéns! Show de bola o super carro!

Mauricio Morais disse...

Sucesso ao PC e seu possante powered by Corvette.

roberto zullino disse...

Muito bom, o Paulo Machado é experiente e correu algumas Mil Milhas e 500 km com um protótipo Horus menor equipado com motor AP ou semelhante.
O carro deve ficar muito bom com o Corvette, é um motor simples que libera a equipe para cuidar de outras coisas.
Sucesso ao projeto.
Na formulavee estamos fazendo de certa forma o contrário, estamos simplificando e restringindo o desenvolvimento, mas as intenções são opostas, queremos facilitar que se tenha um grid grande e que os gastos sejam os menores possíveis, ou seja, não estamos investindo no "estado da arte".
Já o Paulo está investindo na performance e no desenvolvimento para se ter um carro realmente competitivo, mais uma vez parabéns e sucesso.

Lawrence Jorge R S disse...

O Carlos recomendou, então estão aqui as minhas sugestões e preocupações enviadas por e-mail. Espero q seja útil.

Caro construtor, primeiramente parabéns pela empreitada! É louvável construir aqui quando a maioria compra pronto.

Eu espero q as minhas preocupações com a aerodinâmica do carro sejam infundadas devido ao estágio de construção do carro, em todo caso, peço q observe os protótipos mais avançados, principalmente na aerodinâmica em volta das caixas de rodas.

100% dos protótipos de ponta têm umas grelhas na parte de cima da caixa de rodas dianteira só para dar um exemplo. Em uma das fotos dá para ver uma abertura deste tipo; mas na maioria dos protótipos que existem, essa grelha começa bem antes logo atrás do conjunto ótico frontal.

Normalmente também há um extrator atrás das rodas dianteiras na parte de baixo, normalmente indo do assoalho até a linha de centro das rodas.

Só para dar uma dimensão da importância desses extratores de ar, a poderosa Bugatti Veyron ficou mais de 1 ano em desenvolvimento para sanar problemas de instabilidade em altas velocidades pq o designer (nem conheço!rs) se recusou a macular a lateral com um extrator; quando finalmente foi rendido pela física dos fluidos; ou provavelmente foi deslocado para outro projeto; uma boa alma colocou um discreto extrator na lateral embaixo e a poderosa Veyron começou a ser produzida com estabilidade dinâmica perfeita.

Também na frente muitos protótipos ganhadores têm o assoalho estendido alguns centímetros, uns 20cm acho, antes de começar a carenagem propriamente dita. Se essa extensão puder ser feita nas laterais tb mesmo que em menor escala em 2, 3 cm, é interessante. Porque quanto melhor você dividir o fluxo ar que passa por baixo do que passa por cima e pelos lados; melhor!

Não sei como foi projetada e construída a carenagem; mas recomendo efusivamente que toda e qualquer superfície vertical seja "limada" ao limite mínimo na traseira para permitir o máximo de fluxo de ar. E por aí vai!

Caprichem também nos extratores traseiros! Ganha-se muito down force sem aumentar a área frontal do veículo e de quebra quem vem atrás pega mais turbulência!

E por fim, caprichem na pintura por favor! Espero que o projeto tenha muitos patrocinadores; de qualquer forma, não adianta "só" colocar o ovo! Galinha que não cacareja vai para a panela! Então, quanto melhor for a pintura, mais visível serão os patrocinadores e o carro em sí! Se não beneficiar esse carro diretamente, vai beneficiar indiretamente os próximos bólidos que forem construídos.

Sem conhecer melhor o projeto, fica difícil contribuir mais; mas tentei! Sou Designer focado em mobilidade; por exemplo pesquisei “macetes” aerodinâmicos 1000% comprovados na natureza ao longo de milhões de anos de evolução que nem a F-1 usa e o melhor, é possível fazer isso praticamente despercebido; também já fui agraciado com prêmios e recebi destaques com o meu trabalho. Estou a disposição para ajudar mais caso ache conveniente. No meu blog tem alguns dos meus "bebês" que servem como exemplo.

Um abração e boa sorte na corrida, estarei aqui do Rio de Janeiro torcendo!

Ps; aqui no Brasil só temos um túnel de vendo que preste q eu saiba, o da Embraer. Sei que é caríssimo, túnel de vendo, CFD (computação de dinâmica de fluidos), etc... De qualquer maneira caso deseje modelar uma nova carenagem para o próximo veículo; me chame por favor!

Road Runner disse...

São por carros como esse que o Paulo está projetando que dá orgulho de ser brasileiro e autoentusiasta. Pelas fotos, observa-se que toda a construção é primorosa, tudo foi bem pensado antes da execução. O chassi deve ter a solidez de um basalto vulcânico!

Parabéns e sucesso!

Joel Marcos Cesetti disse...

Parabéns! Simplesmente sensacional e bem construído e também muito bonito.
Só é bem feito por quem é apaixonado pelo que faz.Novamente parabéns e ficamos no aguardo de sua entrada na pista.

Peço permissão para divulgar o fantástico projrto e construção do belo carro.

Joel Marcos Cesetti
www.sportprototipos.blogspot.com

Carlos Scheidecker disse...

Pode divulgar Joel, apenas credite para o Corvette Brasil e coloque um link por favor. Obrigado por ler.