Corvette Brasil

Maior conteudo sobre Chevrolet Corvette na língua Portuguesa.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Feliz aniversário, Corvette!

Foi há 57 anos atrás, ontem dia 30 de Junho, que os primeiros Corvettes sairam da linha de montagem temporária em Flint, Michigan para o coração e sonho dos Americanos. No final do ano de 1953, apenas 300 Corvettes, todos em Polo White e com o inteiror Sportsman Red, foram produzidos fazendo do Corvette o primeiro carro de produção com carroceria em fibra de vidro.

No início da década de 50, Harley Earl o então chefe de design da GM, teve a visão que um carro Americano esporte de baixo custo poderia competir com os Jaguar, MG e Ferrari vindos da Europa. Curiosamente o nome de código do protótipo do Corvette era Opel e foi mostrado à publico em Janeiro de 1953 no evento da GM conhecido como Motorama que aconteceu no hotel Waldorf-Astoria de New York. A reação do público foi tão positiva que a GM rapidamente colocou o Corvette em produção e os primeiros carros foram montados à mão no fundo do Centro de Entrega para Clientes da Chevrolet em Flint, Michigan apenas 6 meses depois do Motorama.Por baixo da carroceria de fiberglass, haviam componentes e peças padrão da Chevrolet. O motor de 6 cilindros, Blue Flame Special, veio das pickups Chevrolet acoplado com uma transmissão automática Powerglide de duas velocidades e freios à tambor que vieram dos carros de passageiro da Chevrolet. Um carburador triplo deu ao Corvette mais potência mas o fato era que o carro era lento.


Como os carros eram feitos à mão, era mais fácil ter apenas 1 cor de forma que monta-los era muito mais tranquilo para os operários que não iriam precisar se preocupar em montar paralamas da mesma cor. Além de todos serem brancos com interior vermelho, vinham com uma capota de lona e pneus de faixa branca 6.70x15 bem como o rádio da Delco. Havia também um tacômetro que ia até 5.000 RPM.

Apesar dos verdadeiros entusiastas ignorarem o Corvette por ter uma transmissão automática de 2 velocidades, o Corvette ainda conseguia números decentes para a época com um tempo de 11 segundos de 0 à 100 km/h e com velocidade máxima de 170 km/h. Nada mal para um carro montado quase que como um kit usando peças já existentes na linha Chevrolet.

O preço básico do carro original era de US$ 3.498,00. Porém, o carro quase que nem parou na mão do público comum sendo direcionado para celebridades, como John Wayne, engenheiros e alto executivos da GM. Para ser mais preciso, os concessionários receberam até um aviso da GM: “No dealer is in a position to accept firm orders for delivery of a Corvette in 1953.”Ou seja, nenhum concessionário pode aceitar pedido firme do Corvette em 1953.

Hoje, um Corvette 1953 é um dos modelos mais valiosos na mão de colecionadores com um valor médio aproximado de $350.000. Inclusive, um foi comprado pelo colecionador e concessionário Chevrolet, Dave Ressler por 1 milhão de Dólares sendo o carro com VIN # 003 que é considerado o Corvette mais velho em existência. Nínguem sabem por onde andam o VIN # 001 e # 002. O #003, como é conhecido tinha um valor estimado entre 2.5 e 5 milhões de Dólares, portanto um ótimo negócio para Ressler que pagou bem menos.



3 comentários:

Adalberto disse...

Apaixonante, um carro de linhas marcantes e unicas, numa combinacao de cores que nao vejo em outro carro que nao um conversivel.
E sinceramente, nao preciso mais do que um Blue Fame e 2 marchas para desfilar numa estrada a 120 por hora.

Francisco J.Pellegrino disse...

Longa vida aos Vettes....

Joel Gayeski disse...

Parabéns atrasado pro nosso amado Vette. Que continue evoluindo