Corvette Brasil

Maior conteudo sobre Chevrolet Corvette na língua Portuguesa.

quinta-feira, 11 de março de 2010

Corvette 1971 Big Block 454


Um feliz proprietário de um Corvette conversível 1971 com motor de 7.4 litros (454 cid) passeando pela Europa. Apenas três problemas com o carro: rodas não originais, o sistema a vácuo dos pop up headlights não funciona e o câmbio é automático.



5 comentários:

Aurélio disse...

Rodas não originais não são necessariamente um problema. às vezes o cara gosta de ter um carro diferente mas não descaracterizado.

Abraço.

Adalberto disse...

CS, Corvette fantastico, big block, C3.
Realmente o cambio auto parece nao combinar com um sportscar. Outro defeito pra mim eh ser conversivel.
Mas, o motor 454pol3 nao seria 7,45l?

Carlos Scheidecker disse...

Exato Adalberto. Multiplica por 16.284 da quase 7.4 litros. Escrevi 7.8 litros porque o dono do carro me escreveu assim. Vamos arrumar.

Road Runner disse...

O sistema a vácuo dos pop up headlights eu daria um jeito de arrumar, nem que tivesse que mandar confeccionar peças exclusivas para esse fim. Não conheço o sistema em detalhes mas, em se tratando de um produto americano, não deve ser nada muito complicado (o que é ótimo).

As rodas ficaram boas, combinam com o carro. O que "matou" mesmo é o câmbio automático! Até o fato de ser conversível é tolerável (não gosto muito de conversíveis). Com 454 cid na frente, um câmbio manual torna-se praticamente automático, tamanho o torque disponível, que dispensa trocas de marcha frequentes.

Luiz disse...

Não gostei das rodas barrocas e cromadas. Gostei do carro ser conversível. A C3 conversível é extremamente sexy, com aquelas ancas... Com o hard top de fibra fica linda! Quanto à transmissão automática, obviamente num carro9 esporte não combina nem um pouco. Quanto ao big block, é carismático e poderoso mas destrói o comportamento dinâmico do carro. Um bom 350 anda muito e elimina uns 100 quilos em cima da suspensãp dianteira.